SEJA MUITO BEM VINDO!

Bem pessoal,

Dei início à este blog para falar especialmente de literatura. Falar, na verdade, de arte em geral. Coisas que tanto gosto e com as quais tanto me identifico. O blog não é tão movimentado, mas de vez em quando passo por aqui e deixo uma declaração, um texto, um poema... Não se acanhe. Fique à vontade e deixe um comentário. Cedo ou tarde ele será respondido.

Grande abraço a todos.

Quem sou eu

Minha foto
Pós-graduando em Letras, Português e Literatura pelo Instituto Pedagógico de Minas Gerais; MBA em Gestão Estratégica de Pessoas pela Faculdade SENAC-MG. Licenciado em Letras com dupla habilitação em Inglês e Português pela Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte; professor de ESL (English as a Second Language) com certificado TESOL (Teacher of English for Estudents of Other Languages) pela San Diego University for Integrative Studies, Califórnia; professor de Inglês na Secretaria Municipal de Educação de Vespasiano; revisor de textos em língua inglesa e portuguesa.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

A farsa do espírito natalino.

É incrível como as pessoas se submetem a uma farsa tão grande como a desse tal espírito natalino. Desculpem-me os religiosos de plantão, mas tudo isso não passa de uma máscara, um engodo tremendo. Onde se encontra o espírito natalino durante o restante do ano? Pessoas se matam, traem, brigam, difamam, apunhalam pelas costas, falam mal uns dos outros e, quando chegamos ao mês de dezembro, começa toda essa baboseira toda novamente. Que espírito natalino é esse? Para que serve o natal? Para mim não passa de uma festa comercial. Quanta palhaçada. Sem contar as chamadas sentimentais com relação aos necessitados. Será que só no natal temos necessitados pelo mundo? Pessoas morrem de frio, de fome, de sede ou encontram-se desabrigadas apenas no natal? Crianças só precisam de brinquedos no natal? Dizem que se comemora o nascimento do Filho de Deus. Cultuam um menino, choram, dizem coisas bonitas e depois, passado o sentimentalismo, o que acontece? Nada. Todos voltam à suas vidas normais, fúteis e distantes uns dos outros. Engraçado que na bíblia não se encontra nenhuma referência sobre o dia e o mês do nascimento de Jesus. Nem que deveríamos adorar um “deus menino”. Mas fazer o que? Talvez esse “deus menino” apenas se manifeste no natal mesmo. Talvez ele só derrame amor sobre as pessoas quando se aproxima a época de comemoração de seu “nascimento”. Todos comemoram, enchem a cara de muita bebida, ficam ridiculamente bêbados, comem até não agüentarem mais e, no dia seguinte, matam novamente o “deus menino”, porque ninguém se lembra mais nem o motivo de tanta bebedeira. Digo isso, não generalizando, porque 95% da população brasileira não tem absolutamente nada a comemorar. O que um pai de família desempregado tem para comemorar? O que um aposentado que ganha míseros R$415,00 por mês tem para comemorar? O que dependentes do SUS – Sistema Único de Saúde têm para comemorar? O que as vítimas de Santa Catarina têm para comemorar? Ainda mais quando aqueles que se dispõem à ajudar são ladrões. Roubam doações enviadas de todas as partes do Brasil para vítimas das enchentes, quando, na verdade, deveriam doar. Já dizia Thomas Hobbes: “O homem é o lobo do homem”. É por isso que eu digo: O espírito natalino não passa de uma tremenda farsa.

6 comentários:

Márcio Daniel Ramos disse...

A Bíblia diz que as misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos. Por eu passe por toda sorte de problemas, tenho a comemorar durante todo ano o maior milagre de todos, que é o próprio Jesus em minha vida. Quanto ao Natal, é fato que Jesus não nasceu no dia 25. Também é uma temeridade todo este comercio e hipocrisia durante este mês. Mais isso são coisas do capitalismo...

Eu procuro lembrar de Jesus durante este Natal, creio que é uma forma, ou uma justificativa para amar mais, pelo menos durante este ano. Lembre-se de Jesus, ele é o verdadeiro espírito não só do natal, mais de todos os dias na vida daqueles que abrem as portas para que Ele entre!

Abraços...

Poeta Emergente disse...

Certamente, Jesus deve ser o maior de todos os motivos para nossas melhores comemorações. Concordo com você. Ele deve estar em nossos pensamentos dia após dia, se possível fosse, 25 horas por dia 32 dias por mês, 13 meses por ano. Entretanto, não é o que vemos, infelizmente. Com essa crônica eu simplesmente quis externar minha indignação com tanta hipocrisia que vemos no mundo a cada final de ano. Dizem que o natal é tempo de confraternização. Não, mil vezes não. Todo dia é tempo de confraternização. Com meus semelhantes e, em especial, com Cristo. É como está escrito: "Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua força. O segundo é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes." (Marcos 12:30,31)

Fernanda Oliveira disse...

Olá, gostaria de parabenizá-lo pelo blog e por suas palavras escritas nele.
Que Deus te inspire cada dia mais.
Na fé, Fernanda Oliveira

http://umbrilhoespecial.blogspot.com/

Poeta Emergente disse...

Obrigado Fernanda. Fico realmente muito agradecido por você ter acessado meu blog e também por ter deixado um comentário. Nunca sei se as pessoas o acessam porque a maioria não deixa nenhum recado e eu nunca me lembro da numeração daquele contador. Tenho outro blog chamado "Cristo em primeiro lugar" (cristoemprimeiro.blogspot.com) onde posto apenas material cristão. Passe por lá quando puder. Espero que as mensagens lá postadas possam edificá-la e a tantos quantos as lerem. Também visitei seu blog. Não tive tempo de ler todas as mensagens, mas depois passo por lá novamente. Um abraço e mais uma vez obrigado pela visita. Espero que seja a primeira de muitas.

Anônimo disse...

Ei Wagner,
Adorei seu Blog, estava aq lendo todas essas mensagens otimas. Vc esta de parabens.....

Grande abraço para vc e sua família.

Adriana Reis

Poeta Emergente disse...

Que bom que você gostou Adriana. É um grande prazer tê-la aqui, no meu blog. Volte mais vezes e, sempre que puder, deixe seu comentário. Tenha um ótimo findar de ano. Até a próxima.

Em princípio, para começarmos a movimentar o blog, que tipo de conteúdo você mais gostaria de ver por aqui?

Arquivo do blog