SEJA MUITO BEM VINDO!

Bem pessoal,

Dei início à este blog para falar especialmente de literatura. Falar, na verdade, de arte em geral. Coisas que tanto gosto e com as quais tanto me identifico. O blog não é tão movimentado, mas de vez em quando passo por aqui e deixo uma declaração, um texto, um poema... Não se acanhe. Fique à vontade e deixe um comentário. Cedo ou tarde ele será respondido.

Grande abraço a todos.

Quem sou eu

Minha foto
Pós-graduando em Letras, Português e Literatura pelo Instituto Pedagógico de Minas Gerais; MBA em Gestão Estratégica de Pessoas pela Faculdade SENAC-MG. Licenciado em Letras com dupla habilitação em Inglês e Português pela Faculdade Pitágoras de Belo Horizonte; professor de ESL (English as a Second Language) com certificado TESOL (Teacher of English for Estudents of Other Languages) pela San Diego University for Integrative Studies, Califórnia; professor de Inglês na Secretaria Municipal de Educação de Vespasiano; revisor de textos em língua inglesa e portuguesa.

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las. (Voltaire)

Esta é a frase. Concordo com ela em "gênero, número e grau". É isso o que falta em nosso país e no mundo todo: Respeito. Se houvesse respeito para com quem quer que fosse sobre o assunto que fosse, não haveria tanta palhaçada social como existe hoje. Quantas pessoas não seriam salvas se houvesse respeito? Quanta antipatia não seria evitada? Quantas guerras não teriam acontecido? Não estou aqui defendendo atrocidades e idéias estapafúrdias de pessoas que querem levar grupos inteiros, verdadeiras multidões ao suicídio e/ou ao genocídio. Idéias como essas são perniciosas e não devem de maneira nenhuma ser aceitas. Isso já é uma forma de desrespeito para como o próximo. A intenção de matar já é um desrespeito. Outro dia li um texto e parei pra refletir. Será que somos totalmente bons? Será que o bem sempre vence o mau com o bem? Será que numa guerra os aliados ditos do bem, quando tiram a vida de alguém não podem também ser considerados maus? Vendo o mundo por essa ótica, quem é bom e quem é mau? Interromper o direito de um ser humano de se manter em vida não é um desrespeito? O episódio do World Trade Center foi tão desrespeitoso quanto o episódio da invasão dos Estados Unidos ao Iraque. O mundo protestou, multidões foram às ruas, mas nada foi resolvido. Contudo quem poderia controlar tudo isso? Homens que se acham poderosos decretam guerra contra outros países, mas não pensam na quantidade de pessoas inocentes que perderão a vida por causa de seus caprichos, inclusive os próprios soldados que irão à guerra, muitas vezes pais de família que nem saber se vão voltar. Que tristeza! É difícil manter uma linha de pensamento em apenas um foco se analisarmos o fato de que ninguém é totalmente bom. Como é que eu posso fazer uma afirmação dessas? Impossível. Mesmo porque, se eu a fizer vão me “crucificar” por isso. Cabe a cada um manter-se em seu lugar. É como minha mãe falava comigo quando era pequeno: “Respeito é bom e conserva os dentes”. Discussões sempre existirão, mas o ideal é respeitar ao próximo concorde você ou não com suas opiniões.

Nenhum comentário:

Em princípio, para começarmos a movimentar o blog, que tipo de conteúdo você mais gostaria de ver por aqui?

Arquivo do blog